Youtube, Qual A Credibilidade De Videos Pra Seu Web site?


Como Fazer Pra Que Meu Blog Apareça No Google?


O instrumento psicológico usado é descomplicado: é árduo inserir pessoas por volta de ideias positivas e construtivas; é muito mais fácil estimular as pessoas usando emoções negativas - terror, raiva, angústia, inveja, como por exemplo. Como excelentes conhecedores de psicologia, os políticos conhecem bem essa lição, e a fazem uso com competência para obter popularidade e votos, e pra aprovar leis de acrescentamento de tributos. “Tributar o andar de cima” é uma expressão que usa essas emoções negativas - incentiva um sentimento de inveja pra fazer raiva e histeria pela avaliação pública contra a minoria rica.


É gasolina na fogueira, dá certo sempre. Esse é o jogo do IPTU de maior preço para os mais ricos - ou, citando de outro jeito, mais barato pros mais pobres. Quem diz que esse instrumento é direito, tem um argumento forte: a Constituição permite esse tratamento diferenciado mais oneroso para os imóveis de valores elevados, mais bem encontrados, de uso comercial ou inexplorados.


E o velho Aristóteles é sempre citado para esclarecer este tratamento desigual dos desiguais, o que justificaria, no apreender de alguns, tributar mais pesadamente os mais ricos. Poucos falam, entretanto, das disfunções causadas nesse tratamento distinto. Temos por “disfunções”, em matéria de tributos, as mudanças de posicionamento das pessoas em comparação com um caso em que um tributo não exista ou, existindo, seja aproximado pra todos. O IPTU de preço elevado bem como distorce as preferências das pessoas em geral - e, então, as rotas do mercado.


Instituídas regiões, que seriam da preferência de consumidores - e, portando, de investidores e incorporadoras - todavia com IPTU mais alto ficam em segundo plano em conexão a algumas. Há, ainda, o IPTU de preço elevado cobrado de imóveis comerciais. Também há o imposto de preço elevado cobrado de imóveis ainda não construídos.


Este tipo de cobrança precipita a construção de imóveis e de negócios que, em condições de autonomia, não seriam feitos, entretanto, em vista do imposto, acabam sendo realizados pra impedir a cobrança mais cara do imposto. Perda de tempo, de energia e de poupança para a nação. Cobrar de maior valor dos ricos é uma solução fácil de convencer, no entanto que gera distorções graves nas preferências das pessoas.


O que seria mais adequado, desta forma? A alíquota única (chamada alíquota “flat”) para todo e cada tipo de imóvel, com um limite apenas - a know-how do imóvel de gerar renda para o proprietário. Tributar pesadamente os mais ricos - um discurso descomplicado utilizado pelos governantes pra justificar tuas ações e acobertar seus dificuldades, mas que causa pobreza, desemprego, acréscimo de preços ao comprador, fuga de capitais, inflação e depreciação de ativos. Alexandre Pacheco é Advogado, Professor de Certo Empresarial e Tributário da Fundação Getúlio Vargas, da FIA, do Mackenzie e da Saint Paul e Doutorando/Mestre em Correto na PUC. Sério: As considerações contidas por esse texto são do autor do blog e não necessariamente refletem a avaliação do InfoMoney.


Ela nem é uma blogueira ruim, pertence ao tipo de ostentação, todavia até que tem excelente gosto. Só que por fazer isso, perdeu a moral. Bem que eu vi que ela seguia pouquíssimas pessoas, o que eu fiz? No momento em que fui na sua página, vi que ela não era “famosa”, tinha poucos likes e deduzi que era portanto que ela conseguia seguidores no IG. Encontrei um absurdo, e vi que isto é bem comum atualmente.


  • Quanto você quer ganhar no próximo ano

  • Incorpore apresentações SlideShare diretamente em seus tweets

  • Consulte o DETRAN ou o CINATRAN

  • Ser umidecido com óleo de cozinha e dar começo ao fogo da churrasqueira

  • Busca e medição

  • Daniel Callegaro (discussão) 02h39min de 7 de julho de 2011 (UTC)

  • dois ou 3 dias - escolha tua base em Samui ou Phangan

  • 4 - Revoada - Caio Padilha (de Almir Padilha)



Não sejam esse tipo de Blogueira! Expõem sua vida como se agora fossem famosas. Gente, o que faz uma Youtuber fazer um vlog? Normalmente ela quer dividir a vida dela com as tuas leitoras, várias leitoras pedem, pq querem saber como é o cotidiano da pessoa, como foi a viagem pro exterior, ou aquele evento só para blogueiras, correto? Imediatamente me avisem o que uma blogueira que não tem nem sequer 100 inscritos quer aprensentar num vlog onde ficou em residência no feriado?


Que foi ingerir X-egg bacon pela lanchonete? Não me entendam mal, eu adoro Vlogs e x-egg bacon, Porém permanecer visualizando roupas em lojas de Shopping pelo YouTube é excessivo com intenção de mim! Deixa para fazer vlog quando for á praia ou á um parque interessante, uma fazenda e coisas portanto. Aí depois que vc tiver vários registrados e tiver uma ideia de edição, você faz um Vlog cotidiano que não dure 1 hora ok?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *